Scroll Top

Escolha a melhor estratégia de governança de dados para sua empresa

Uma estratégia de governança de dados é essencial para que o ambiente de TI forneça a estrutura e orientação necessárias para o armazenamento e recuperação de dados. Um modelo robusto de governança e gerenciamento pode trazer grandes benefícios para as organizações, como uma maior precisão das informações, automação de processos, aumento da produtividade e redução de custos devido à simplificação de fluxos de trabalho. 

Atualmente, os dados são a força vital dos negócios, mas para isso é necessário contar com um sistema que colete, armazene, gerencie e recupere as informações de maneira eficiente. E é aqui que uma estratégia para governança e gerenciamento de dados mostra sua importância. 

Pesquisa mostra que 71% dos profissionais de dados colocam a governança como um componente principal para agilizar a recuperação de informações precisas e confiáveis. Dessa forma, as organizações conquistam uma vantagem competitiva importante para prosperar em um ambiente de negócios cada vez mais concorrido e em constante evolução. 

O que é a governança de dados

A governança de dados diz respeito ao processo de gerenciamento, uso e proteção de dados de uma organização. Isso inclui as regras e políticas voltadas para a manutenção da qualidade e privacidade das informações, segurança, acesso e gerenciamento de dados, permitindo que as informações possam ser processadas e analisadas para gerar insights que ajudem que os objetivos de negócios sejam mais facilmente alcançados. Esse conjunto de regras é definido e controlado por um comitê composto por administradores, proprietários e um diretor de dados. 

Qual o valor da estratégia de governança de dados

Dados crescem exponencialmente, sendo gerados pelos mais diversos sistemas e dispositivos físicos ou na nuvem. Aliada a isso, a adoção de um ambiente multinuvem, que contribui para aumentar a velocidade do compartilhamento de informações, reduz custos e o tempo de retorno e permite uma presença global, cria desafios devido à sua complexidade e limitações. 

Uma estratégia de governança de dados permite que as organizações reduzam essa complexidade e aproveitem a tecnologia para lidar com seus dados com maior eficácia e segurança, além de outros fatores: 

Garantir a disponibilidade

Não é possível gerar insights acionáveis sem que as informações estejam disponíveis. Devido à natureza de um ambiente multinuvem, a governança de dados permite que as informações sejam melhor gerenciadas, permitindo que as organizações identifiquem e rastreiem os dados corporativos para obter uma visão mais completa. 

Estabelecer maior consistência de dados

Silos de informações podem trazer conjuntos de dados diferentes, gerando conclusões distintas sobre um mesmo assunto. Portanto, é fundamental garantir que os dados sejam consistentes, o que significa serem mais precisos e confiáveis em todo o ambiente de dados. Por meio de políticas e padrões para a captura e gerenciamento de dados, a governança garante que as informações sejam mais consistentes, contribuindo para a construção de uma fonte única de verdade. 

Reter e eliminar informações

Estudos mostram que 82% das empresas utilizam dados obsoletos, enquanto 85% delas citam que isso as levou a tomar decisões incorretas e perda de receitas. Uma estratégia de governança de dados bem-sucedida contribui para a criação de políticas de retenção com base em requisitos regulatórios, de negócios ou legais, permitindo que ações sejam implementadas para saber quando e como determinados arquivos e documentos devem ser eliminados. 

Habilitar controles de segurança e conformidade

Uma estratégia de governança de dados não se limita unicamente a fatores específicos dos negócios, mas também exige a implementação de controles de segurança e conformidade para atender a regulamentos sobre como esses dados são tratados durante seu ciclo de vida. 

Qual a melhor estratégia de governança de dados

A melhor estratégia de governança de dados é aquela que atende às necessidades da organização, mas a adoção de algumas práticas tornam esse trabalho mais eficiente: 

Descoberta de ativos e dados confidenciais

A descoberta de ativos de dados confidenciais é uma prática crítica para as empresas, exigindo um sistema que se adapte aos mais diferentes aplicativos, bancos de dados e recursos, além de fornecer metadados detalhados sobre as informações descobertas e uma visão completa sobre essas informações, inclusive identificando elementos sujeitos a leis de segurança e privacidade, como a LGPD. 

Catalogação e glossário de dados

Uma estratégia de governança de dados precisa considerar a criação de um catálogo e glossário de dados, permitindo que um repositório consolidado seja mantido para que os usuários saibam quais informações estão armazenadas, sua localização, significado, estrutura, contexto e possível uso. Já o glossário permite que um vocabulário padronizado seja adotado por toda a empresa, melhorando a consistência das informações e facilitando a recuperação de arquivos. 

Classificação de dados

A classificação de dados é realizada em paralelo com a descoberta e catalogação, e categoriza as informações corporativas de acordo com sua sensibilidade, risco e valor. Assim, as empresas podem adotar os controles adequados para garantir a proteção, governança e conformidade relacionados a eles. 

Acesso aos dados

Por meio de regras e políticas de acesso baseadas em função, a governança de dados permite a identificação do que cada usuário pode ou não acessar em um conjunto de dados, permitindo a implementação de uma política de acesso que garanta que apenas usuários autorizados acesses determinadas informações. A adoção de um modelo de privilégios mínimos é indicada. 

Linhagem de dados

A linhagem de dados fornece informações detalhadas sobre o histórico dos dados por todo seu ciclo de vida, indicando quando eles foram criados, alterados, onde são armazenados e quem os acessou. Isso permite a criação de políticas e procedimentos para controlar como os usuários os acessam e usam. 

Qualidade dos dados

Manter a qualidade dos dados é essencial para determinar a precisão e confiabilidade das informações. Para isso é preciso eliminar a duplicidade, inconsistência, informações incompletas ou falta de propriedade. 

Segurança de dados

Criar uma política robusta de segurança de dados não apenas evita possíveis violações, mas também garante o cumprimento de diferentes regulamentos de proteção e privacidade de dados. E isso envolve a catalogação e classificação eficiente das informações para que a sensibilidade das informações seja identificada e os controles necessários sejam implementados. 

Como a SVX pode ajudar a construir uma estratégia de governança de dados

A estratégia de governança de dados está associada à vulnerabilidade aos diversos riscos digitais que as empresas estão correndo. Por isso, ela precisa contemplar um olhar que vai além do lado operacional e se alinhar a uma visão relacionada à legislação voltada para a privacidade de dados e os riscos corporativos. Para isso, os especialistas da SVX podem ajudar sua empresa a desenvolver uma estratégia de governança de dados alinhada às suas necessidades. Entre em contato e saiba mais. 

+ conteúdo