Scroll Top

Como alinhar o contexto de segurança cibernética no ambiente físico e na nuvem

Segurança Cibernética

Com cada vez mais empresas implementando um modelo de trabalho híbrido, manter a segurança cibernética se mostra urgente para garantir acesso seguro aos dados e aplicativos utilizados para o dia a dia de trabalho. E a utilização de redes sem fio sem recursos de segurança robustos amplifica os riscos enfrentados pelas organizações. 

Além disso, à medida que a adoção da transformação digital é acelerada, os desafios para a segurança cibernética crescem na mesma proporção, oferecendo aos malfeitores oportunidades significativas para ter acesso a informações importantes. 

A segurança cibernética em um ambiente híbrido

Garantir a segurança cibernética em um ambiente físico e na nuvem exige a utilização de protocolos e medidas de segurança focadas na proteção de dados e dos ativos tecnológicos nos dois ambienteis. Isso inclui a implementação de sistemas de controle de identidade e acesso, firewalls, backup e recuperação de dados, criptografia, avaliações e treinamentos regulares voltados para a segurança. 

Nesse ambiente, a TI precisa ser capaz de lidar com a identificação dos integrantes das equipes, gerenciar estruturas de pastas e arquivos e garantir a confidencialidade de informações críticas e confidenciais. Ao fazer isso, é possível implementar um modelo flexível de governança de dados voltado para a colaboração e comunicação, permitindo que os usuários trabalhem com segurança, não importando o local que estiverem. 

E reside nisso o maior desafio para a segurança cibernética: manter o ambiente de TI seguro e coeso, apesar da complexidade que o ambiente híbrido oferece devido ao número de dispositivos conectados, integrações de redes necessários e os diversos locais de acesso, entre outros desafios. 

Riscos da nuvem

Todos sabem dos benefícios que aplicativos e sistemas na nuvem fornecem para as empresas e usuários, mas isso também implica em uma série de riscos que precisam ser gerenciados e sem adicionar uma camada a mais de complexidade para gerenciar e acessar informações. E não só isso, a equipe de segurança cibernética precisa estar atenta a possíveis violações de dados e vulnerabilidades que oferecem um novo grupo de desafios para garantir a proteção de dados e sistemas. 

Conscientização e treinamento em segurança cibernética

Pode parecer um clichê afirmar que o usuário é o elo mais fraco na cadeia de segurança cibernética, mas essa é a realidade. Por isso, eles precisam de treinamento e conscientização em segurança cibernética para que possam se manter atualizados em relação aos tipos de golpes que surgem constantemente, tendências tecnológicas, sobre o que fazer para evitar cair em golpes de phishing e engenharia social e conheçam os procedimentos para notificar a área responsável. 

Superfície de ataque expandida

Com os usuários acessando sistemas de qualquer lugar e por vários dispositivos, cibercriminosos têm acesso a um número maior de pontos de entrada que podem ser facilmente explorados. Redes domésticas não seguras, dispositivos pessoais, pontos de acesso sem fio públicos estão entre alguns dos mais vulneráveis. Além disso, a área de TI precisa ter a liberdade de definir parâmetros de acesso e controle de terminais remotos para evitar vazamento de dados. 

Proteção e autenticação de dados

O ambiente de trabalho híbrido exige que os usuários remotos tenham acesso às informações necessárias para realizarem seu trabalho com eficiência, não importando o lugar do mundo. Isso, torna esse acesso mais vulnerável a ataques direcionados. Além disso, por não contar com medidas de segurança mais robustas, o ambiente físico também é mais difícil de monitorar e implementar medidas de segurança física, aumentando ainda mais o risco cibernético. 

Usar um dispositivo próprio (BYOD)

Com os ambientes de trabalho se confundindo, a faixa que separa o escritório de casa está desaparecendo. Por isso, o uso de dispositivos próprios para o trabalho se torna ainda mais comum. Entretanto, ao fazer isso, a menos que verificações rigorosas de conformidade sejam implementadas, uma porta pode ser aberta para que cibercriminosos tenham fácil acesso à rede da empresa por meio do dispositivo do funcionário. 

Uso de aplicativos não aprovados pela TI

A nuvem permite que aplicativos sejam facilmente instalados nos dispositivos, inclusive muitos que não foram testados e aprovados pela área de TI. Por isso é essencial instruir a equipe a não utilizar aplicativos sem autorização prévia. Esses aplicativos podem não contar com recursos de segurança fundamentais, incluir vulnerabilidades e oferecer configurações padrão inseguras, abrindo o caminho para que atores mal-intencionados obtenham acesso à rede corporativa. 

Como alinhar a segurança cibernética com um ambiente híbrido?

No momento que o trabalho híbrido se torna uma opção, a empresa precisa reconhecer os riscos e desafios que o modelo oferece e, com isso, utilizar os recursos corretos para garantir a segurança cibernética. Além disso, é evidente que a tecnologia é indispensável para garantir o acesso e a proteção de dados. 

Por isso é importante adotar uma política de confiança zero para o acesso aos recursos da organização, implementar uma solução robusta de gerenciamento e proteção de endpoints e, principalmente, priorizar a segurança em aplicativos de colaboração, como o Zoom, Microsoft Teams, Slack entre outros. Por exemplo, impedindo que determinados arquivos sejam compartilhados. 

Além disso, é importante reavaliar a forma com que a infraestrutura de TI, ferramentas e recursos são gerenciados, já que o modelo de proteção focado em trabalhadores unicamente no escritório, simplesmente não funciona em um ambiente híbrido, e estabelecer a obrigatoriedade do uso da VPN corporativa, criar estratégias de gerenciamento de identidade e desenvolver uma cultura voltada para a segurança cibernética. 

A SVX pode te ajudar a desenvolver um plano de governança e segurança da informação para reduzir vulnerabilidades e riscos cibernéticos. Nossa equipe auxilia no dimensionamento da estrutura necessária para lidar com incertezas e preservar a integridade dos dados e soluções, além de garantir que a organização opere de acordo com a legislação pertinente, avaliando riscos potenciais e tendo a forma correta de governança na forma de políticas e procedimentos. 

Uma das competências da SVX é implementar uma estratégia de segurança cibernética que ajuda sua organização a desenvolver um plano de segurança alinhado à estratégia de negócios, processos e postura de segurança adotada. 

Nossa equipe revisa sua documentação, objetivos estratégicos, apetite por risco e lacunas para desenvolver uma estratégia de segurança cibernética robusta para entregar os melhores resultados. Entre em contato e conheça nossos serviços.

+ conteúdo