Scroll Top

Planejamento do orçamento: 7 elementos para analisar para torná-lo mais efetivo

Planejamento do orçamento 

O planejamento do orçamento permite maximizar os benefícios de um orçamento mais eficaz, afinal, ter uma noção clara da quantidade de dinheiro entrando e saindo, permite, também, ter uma projeção de como serão esses números no futuro. Além disso, entender onde e como a empresa está gastando seu dinheiro é fundamental para melhorar os lucros e garantir o sucesso dos negócios no longo prazo. 

E é exatamente esse o foco de planejar um orçamento: ajudar a melhorar o processo de decisões, tornando-o mais inteligente e reduzindo o risco de ficar sem dinheiro. Com um novo ano começando, é crítico que as empresas já contem com esse planejamento, mas, se por algum motivo, isso atrasou, ainda dá tempo de colocar esse processo nos trilhos. 

O que é um planejamento do orçamento

Com o planejamento do orçamento, a organização consegue avaliar suas finanças e monitorar a quantidade de dinheiro que está sendo gerado pelos negócios e o valor das despesas em um período específico. Essa análise contribui para que as lideranças tomem as melhores decisões relacionadas ao fluxo de receitas e despesas, e esse processo pode ser feito mensalmente, trimestralmente, anualmente ou no prazo que a empresa acreditar ser o mais indicado. 

Como conduzir o planejamento do orçamento

Antes de iniciar o planejamento em si, alguns fatores precisam ser analisados. O primeiro passo é desenvolver uma estratégia orçamentária. Para isso, analise diferentes métodos de orçamento e escolha o que melhor atender às necessidades da empresa. O segundo é escolher o prazo para realizar a análise orçamentária. Ele pode ser mensal, semestral, anual ou, como citado acima, no período que a organização entender como ideal. Da mesma forma, é possível realizar o planejamento do orçamento em vários períodos, de acordo com a estratégia escolhida anteriormente. Para isso, analise o fluxo de entrada e saída de dinheiro e os relatórios financeiros disponíveis. 

Depois de determinar a estratégia e o prazo para o planejamento do orçamento, é preciso começar a monitorar as informações financeiras. É necessário acompanhar as receitas e despesas de toda a organização, discriminando detalhes que sejam importantes. Além disso, para fazer um planejamento do orçamento realmente eficiente, é fundamental analisar os resultados dos negócios, entender por que as despesas ou receitas são maiores, por exemplo, se sai mais dinheiro do que entra, é necessário buscar formas de limitar esses gastos ou aumentar a receita. 

Por fim, essas informações devem servir como base para que um novo ciclo de planejamento seja iniciado, implementando as alterações e ajustes necessários. 

Dicas para realizar o planejamento do orçamento

Além dos pontos anteriores, alguns fatores precisam ser considerados para garantir que o planejamento do orçamento seja preciso, adaptável e oriente os negócios no futuro: 

Análise o desempenho histórico

Um fator importante para o planejamento do orçamento é avaliar o desempenho histórico da organização. Como citado acima, a análise de dados financeiros fornece as informações necessárias sobre padrões e tendências de receitas e despesas, identificando sazonalidades, flutuações e outros fatores que podem impactar nas finanças futuras. Essa análise oferece os insights que contribuem para determinar se a empresa precisará ou não de financiamento adicional para garantir que as metas sejam alcançadas. 

Colete insights por toda a organização

O orçamento não pode ser planejado por meio de uma visão unicamente contábil, é necessário que todos os departamentos participem para que informações importantes sejam compartilhadas para tornar o planejamento realmente eficaz. Por exemplo, coletar informações sobre o ROI dos projetos implementados durante o período. 

Considere riscos imprevistos

A análise de riscos é fundamental para o planejamento do orçamento, por isso, fatores como catástrofes naturais, instabilidades políticas, incidentes na cadeia de abastecimento, ciberataques entre outros, devem ser identificados e analisados para preparar a empresa e garantir que o orçamento seja resiliente e adaptável para lidar com esses riscos. Isso envolve a criação de cenários e planos de contingência para lidar com fatores fora do comum e possam impactar em prazos e custos. 

Alinhe o orçamento com as metas de negócios

O planejamento do orçamento precisa ser feito com foco nas metas e objetivos dos negócios, garantindo que fatores macro e microeconômicos sejam considerados e facilitando que as metas sejam alcançadas. 

Considere indicadores econômicos

Em um país como o Brasil, é sempre importante considerar incertezas sobre aspectos econômicos. Considerar uma combinação de inflação, crescimento do PIB e taxas de juros acima ou abaixo do planejado é essencial para construir uma análise orçamentária realista. Essa análise tem grande peso na precisão do planejamento do orçamento. 

Monitore custos e investimentos básicos

Orçamentos não são feitos com base unicamente voltados à produção, mas também precisam detalhar custos e investimentos básicos e que apoiem as funções que mantêm os negócios, como força de trabalho, pagamentos de serviços públicos e até mesmo compra de material de escritório. Portanto, é essencial discriminar todos esses valores de forma granular para que o planejamento do orçamento seja realista. 

Faça alterações necessárias

Analisar e monitorar as finanças só tem sentido se ações forem tomadas. Por isso, é crítico realizar os ajustes e revisões necessários para o orçamento ser eficaz. 

Benefícios do planejamento do orçamento

Muitas empresas só percebem que o dinheiro está no fim tarde demais. Por isso, realizar um planejamento do orçamento efetivo ajuda que as lideranças entendam por qual caminho estão caminhando. Com um bom planejamento, a organização consegue criar um orçamento muito mais preciso e que forneça uma compreensão de como as finanças estão se comportando. Ele permite uma maior agilidade financeira, aumentando a flexibilidade e adaptabilidade da empresa para enfrentar possíveis desafios. 

Revisar constantemente o fluxo de caixa para avaliar se ele está atendendo às expectativas orçamentárias, contribui para controlar as despesas da empresa, melhorando a visibilidade dos gastos e principalmente das receitas. Além disso, o planejamento do orçamento fornece um maior controle sobre os gastos. Por exemplo, se um determinado gasto está acima do previsto, é possível avaliar a situação e realizar as devidas alterações para restringir esse custo.  

A SVX pode ajudar sua empresa a avaliar riscos com precisão para garantir que o planejamento do orçamento seja efetivo e atenda às necessidades dos negócios. Entre em contato e fale com nossos consultores para conhecer nossos serviços. 

+ conteúdo