Scroll Top

DevSecOps: O que considerar antes de começar?

DevSecOps

As práticas de DevSecOps surgiram para oferecer uma mudança significativa nos sistemas de proteção de dados. Com as organizações sofrendo ataques e violações de segurança cada vez mais complexas, essa transformação é necessária para lidar com casos em que as ferramentas tradicionais já não conseguem evitar acessos indevidos ou roubo de informações. 

O DevSecOps, então, integra as melhores práticas de segurança em todo o ciclo de vida do desenvolvimento de aplicativos, oferecendo uma abordagem que visa fortalecer sistemas e melhorar a proteção de ativos, principalmente os baseados na nuvem. Enquanto o DevOps está concentrado no ritmo de entrega do aplicativo, o DevSecOps utiliza os mesmos princípios para integrar um nível de segurança adicional ao desenvolvimento, sem prejudicar a agilidade ou impactar no fluxo de trabalho dos desenvolvedores. 

Benefícios do DevSecOps

Problemas de segurança podem impactar no desenvolvimento de aplicativos e software. Ao integrar práticas de DevSecOps, possíveis vulnerabilidades são detectadas e sanadas antes do lançamento do produto, garantindo maior agilidade, segurança e redução de custos. 

Segurança aprimorada

Como as operações de segurança são implementadas desde o início do ciclo de desenvolvimento, o DevSecOps garante que o código seja revisado, auditado, verificado e testado para detectar falhas de segurança durante todo o período, permitindo que qualquer vulnerabilidade seja corrigida antes que novas funções sejam implementadas, o que pode aumentar o problema. Isso agiliza a conformidade é reduz a necessidade de revisões de segurança posteriores que atrasem o lançamento do produto. 

Monitoramento contínuo

O DevSecOps lida com vulnerabilidades de segurança com maior agilidade. Com um monitoramento contínuo de detecção de ameaças, o DevSecOps contribui para responder mais rapidamente a possíveis incidentes em tempo real. Por meio da análise de logs, sistemas de detecção de intrusão e ferramentas SIEM, é possível obter maior visibilidade sobre incidentes de segurança e tomar as medidas para reduzir o impacto de algum ataque. 

Correção de vulnerabilidades

Ao incorporar processos de triagem de vulnerabilidade e aplicações de patches desde o início do ciclo de desenvolvimento, o DevSecOps reduz a possibilidade de agentes de ameaças explorarem possíveis falhas. 

Transparência e visibilidade

Métricas, logs e relatórios garantem a compreensão e análise dos riscos de segurança. Com isso, a comunicação entre os membros da equipe de desenvolvimento é melhorada, tornando a tomada de decisões mais robusta em relação às medidas de segurança e estratégias para a gestão de riscos. 

Automação de processos de segurança

Testes de segurança cibernética podem ser integrados aos testes já realizados pela equipe de desenvolvimento, tornando a verificação de segurança automatizada e totalmente conectada aos objetivos do projeto. Ferramentas podem ser integradas ao pipeline de CI/CD para identificar falhas de segurança e vulnerabilidades no código e aplicativo, garantindo avaliações mais consistentes e completas, validando e protegendo o código antes que uma atualização final seja realizada. 

Fácil adaptação

Em um mercado em constante mudança, o DevSecOps garante que a segurança cibernética esteja preparada para lidar com novos requisitos que possam surgir, garantindo o melhor gerenciamento de configuração, a orquestração, os contêineres, a infraestrutura e para que os ambientes de computação contem com os recursos corretos de proteção. 

Etapas para a implementação do DevSecOps

Algumas etapas são fundamentais para a implementação bem-sucedida do DevSecOps no desenvolvimento de aplicativos e softwares: 

Auditorias de segurança

Uma implementação de sucesso do DevSecOps exige a realização de auditorias de segurança para identificar a situação de processos e serviços. É importante observar a infraestrutura sob o ponto de vista do invasor para encontrar vulnerabilidades e implementar as ações necessárias para mitigar possíveis violações de segurança, gargalos ou erros no código. 

Testes de segurança automatizados

Depois de identificar e corrigir falhas, é necessário implementar testes de segurança automatizados. Para isso, é preciso codificar ou adotar soluções que realizem esses testes por todo o ciclo de desenvolvimento e não apenas na véspera do lançamento. Considere a implementação de Testes de Segurança de Aplicativos Estáticos (SAST) em ambientes de teste e preparação e o Teste Dinâmico de Segurança de Aplicativos (DAST) nos fluxos de trabalho. 

Verificação de dependências do código

A migração para a nuvem aumentou o desenvolvimento de aplicativos, já que a tecnologia permitiu a conclusão de projetos mais rapidamente para atender as necessidades dos clientes. Entretanto, com a utilização de códigos de terceiros, os riscos cibernéticos também cresceram. Por esse motivo, é fundamental implementar verificações de segurança para monitorar esses códigos. 

Aplique verificações a cada sprint de desenvolvimento

Implementar uma lista de verificações rapidamente pode ser um desafio para os desenvolvedores. Por isso, o ideal é agregar verificações de segurança a cada sprint de desenvolvimento para tornar o processo mais ágil e reduzir possíveis atritos com as equipes envolvidas.  Dessa forma, a equipe de desenvolvimento tem mais tempo para integrar as novas funções no fluxo de trabalho. 

Integre ferramentas de segurança ao DevOps

As ferramentas de verificação de segurança precisam ser confiáveis e totalmente integradas às ferramentas de DevOps. Assim, é possível realizar verificações de segurança em pipelines de CI/CD de entrega de aplicativos e soluções na nuvem para manter o desempenho do ambiente. Essas soluções precisam ter integrações limpas e simples com os diversos softwares DevOps mais populares. 

Realize treinamentos contínuos

Novas ameaças e tecnologias surgem constantemente, isso torna o treinamento da equipe de desenvolvimento essencial para mantê-los atualizados e garantir que as melhores práticas de DevSecOps continuem sendo aplicadas no desenvolvimento de aplicativos e software. Além disso, é importante olhar para o progresso realizado até o momento e analisar possíveis problemas com a implementação das práticas, o que deu certo e o que pode ser melhorado. 

Apesar de a implementação do DevSecOps contribuir para reduzir riscos cibernéticos, isso não significa que todos os problemas de segurança foram resolvidos. Da mesma forma que os métodos e ferramentas de segurança evoluem, as ameaças também estão se tornando mais inteligentes e complexas, exigindo que as práticas de DevSecOps também evoluam, adicionando novas técnicas e correções para garantir a maturidade da equipe de desenvolvimento. 

A SVX ajuda sua empresa a desenvolver e implementar novas soluções de DevSecOps por meio de métodos ágeis para garantir o maior nível de segurança para o desenvolvimento de aplicativos. Entre em contato e saiba mais. 

+ conteúdo