Scroll Top

6 motivos para fazer um plano de auditoria baseado em riscos

Plano de auditoria 

Um plano de auditoria, basicamente, documenta os procedimentos que um auditor deve seguir para validar se uma organização está em conformidade com determinadas regras e normas de compliance. 

O objetivo é detalhar uma estrutura que sirva de base para o trabalho de qualquer auditor externo e direcione o planejamento do relatório de auditoria com base nas políticas, procedimentos e diretrizes da empresa. 

Já o plano de ouvidoria baseado em riscos se concentra na identificação e priorização de áreas de risco em uma organização, e, com esses riscos detalhados, elabora um planejamento para lidar com possíveis incidentes. É um método orientado pelo nível de risco ou processo específico, incluindo riscos políticos e sociais, como o impacto de regulamentações e mudanças socioeconômicas. 

Por que preciso de um plano de auditoria?

O primeiro passo para implementar um plano de auditoria baseado em riscos é entender por que a organização precisa dessa abordagem, sendo que o plano se mostra uma ferramenta importante para as empresas que desejam melhorar suas práticas de gestão de riscos. Os demais passos são: 

Identificar e gerir riscos

Talvez o principal motivo de implementar um plano de auditoria baseado em riscos é poder identificar potenciais problemas antes que eles se tornem grandes demais e tomar as medidas corretas para os mitigá-los. Essa abordagem ajuda que a empresa se mantenha à frente de riscos potenciais, reduzindo a possibilidade de perdas financeiras ou danos à sua reputação. 

Conquistar a confiança dos stakeholders

Um plano de auditoria eficaz garante que os riscos da organização estão sendo gerenciados corretamente. Com isso, é possível construir confiança entre investidores, clientes e reguladores, contribuindo para melhorar a reputação da empresa e atrair novos investidores e clientes. 

Melhorar a eficiência operacional

O plano de auditoria baseado em riscos ajuda a melhorar a eficiência operacional ao identificar processos ineficientes e áreas que podem ser melhoradas. Dessa forma, a organização reduz custos, aumenta a produtividade e o desempenho dos negócios. 

Aprimorar a gestão interna

Ao identificar possíveis vulnerabilidades, o plano de auditoria baseado em risco permite à organização tomar medidas para que reforcem sua gestão, reduzindo a chance de fraudes ou erros ocorrerem. 

Cumprir com regulamentos e normas

Como as empresas precisam seguir regulamentos e normas de compliance, elas devem implementar processos de gestão de riscos eficazes, e um plano de auditoria baseado em riscos contribui para essa tarefa. 

Melhorar a tomada de decisões

O plano de auditoria também fornece às lideranças informações confiáveis sobre riscos e vulnerabilidades potenciais. Com base nessas informações, a tomada de decisões estratégicas e as práticas de gestão de risco se tornam mais eficazes. 

Passos para adotar um plano de auditoria baseado em riscos

A auditoria baseada em riscos deve ser flexível o bastante para ser modificada e ajustada sempre que possível, se adequando ao processo de gestão de riscos e requisitos da organização. Para isso, algumas etapas devem ser seguidas: 

Compreenda o negócio e os riscos

O plano de auditoria baseado em riscos exige uma melhor compreensão das estratégicas, metas e objetivos da empresa. O profissional responsável pela auditoria precisa ter conhecimento sobre os pontos fortes, fracos e desafios enfrentados pelos negócios para que possa se concentrar nas áreas de risco. O próximo passo é avaliar a possibilidade de que esses riscos aconteçam, qual o impacto na organização e os esforços necessários para mitigá-los, detalhando todas essas informações para criar uma base de conhecimento abrangente. 

Envolva a gestão

A equipe de auditoria precisa trabalhar junto com as lideranças da empresa, integrando a estratégia e os riscos de negócios com o plano de auditoria e monitoramento. Os líderes podem ajudar a realizar avaliações de risco mais precisas, já que eles e suas equipes conhecem muito mais os processos de negócios e os riscos relacionados a eles. Esse conhecimento torna o plano de auditoria mais eficaz e adequado. 

Avalie preliminarmente o risco

Essa avaliação busca determinar o grau do risco e os controles internos de cada área, identificando áreas de maior risco. Para isso, a avaliação se concentra no perfil da empresa, na estrutura de gestão, nas mudanças organizacionais e questões de administração e comitê de auditoria. A avaliação de risco determina como a empresa pode mitigar um possível incidente, com essas informações, o auditor classifica o risco como baixo, moderado ou alto. 

Avalie a maturidade do risco 

O apetite ao risco determina o quanto a organização aceita a exposição a determinados incidentes. Já a tolerância ao risco indica o grau de mudança em relação ao apetite existente. Por isso, é crítico identificar e compreender qual o apetite ao risco que a organização está disposta a aceitar e também a tolerância da administração e conselho de auditoria para avaliar o cenário e propor mudanças quando necessárias. 

Desenvolva um plano de auditoria

Um plano de auditoria baseado em riscos é desenvolvido com base na avaliação dos riscos, definindo os processos que serão monitorados baseados na classificação do risco. Esse plano precisa ser revisto regularmente de acordo com novos fatores de risco ou alterações ocorridas. 

Execute o plano de auditoria

Com o plano desenvolvido, o trabalho de auditoria pode começar. Esse processo estabelece os procedimentos que devem ser realizados de acordo com o nível de avaliação de risco. Qualquer preocupação anotada deve ser analisada pela equipe operacional e liderança direta. 

Relatório e comunicação

Assim que a auditoria finalizar seu trabalho, um relatório precisa ser produzido relatando as conclusões e sugestões para mitigar possíveis incidentes, de acordo com sua classificação, incluindo também um Plano de Ação de Gestão. O relatório deve ser entregue para a administração da organização, lideranças e comitê de auditoria. 

Construindo uma organização mais resiliente

As empresas estão enfrentando ameaças em um número jamais visto, resultando na urgência de construir uma estratégia que fortaleça sua resiliência. Para isso, contar com um plano de gerenciamento de continuidade de negócios, integrado ao plano de auditoria, pode ajudar a organização a estar preparada para responder e se recuperar de uma crise, além de inspirar confiança em clientes, funcionários, investidores e reguladores. Entre em contato e fale com nossos consultores para entender como a SVX pode ajudar sua empresa a se preparar para enfrentar os riscos nos negócios.

+ conteúdo